Após 107 dias de paralisação, a maioria dos professores da rede estadual presentes na assembleia desta terca-feira (09) votou a favor da suspensão da Greve Geral da Educação. O encontro ocorreu no Ginásio Paulo Sarasate, em Fortaleza, e reuniu cerca de 2.000 professores.

Oficialmente, as aulas devem retornar a partir desta quarta-feira (10), de acordo com o calendário de reposição discutido por cada escola, garantindo a autonomia das unidades. O Sindicato APEOC cobra da Secretaria da Educação do Estado as condições adequadas para o exercício da atividade docente.

O presidente do Sindicato APEOC, Anizio Melo, vai comunicar oficialmente à Seduc a decisão da Assembleia e cobrar do Governo do Estado a efetivação da última proposta enviada à categoria, como o aumento de 5% na Regência de Classe e a publicação imediata do decreto que regulamenta a Lei da Descompressão e institui a Nova Carreira do Magistério, entre outras medidas.